Moacyr Franco, mestre da música romântica

Em 1969, Moacyr Franco lançava o Lp Por Amor. Uma seleção especial de canções que tocam direto no coração dos apaixonados.

Moacyr Franco em Por Amor

R$25,00. Adquira agora o seu.

Cantor, ator, escritor e humorista, o seu talento é extraordinário. Mas é com a música que ele se completa por inteiro.
Natural de Ituiutuba (MG), o artista nasceu em 1936.
A sua carreira começou a deslanchar a partir de 1953, quando ganhou o concurso de melhor cantor na Rádio Difusora de Uberlândia (MG).

Nos anos 60, emplacou um grande sucesso ao gravar a marchinha de carnaval “Me dá um dinheiro aí”.
É detentor de seis prêmios troféu Roquete Pinto.
Em 1964, levou o prêmio troféu imprensa de melhor cantor.
No festival Paulínia de cinema, o artista também recebeu o prêmio troféu Menina de Ouro como o melhor ator coadjuvante em 2011, pela participação no longa “O Palhaço”.

Moacyr Franco foi ainda o primeiro Show Man da TV brasileira devido ao seu lado de ator e de humorista.

Entre alguns dos seus muitos discos gravados estão:

  • Contrastes (1962);
  • Me Perderás (1968);
  • Querida (1968);
  • Moacyr Franco Show (1970);
  • Nosso primeiro amor (1970);
  • Moacyr Franco (1972);

Confira as baladas super românticas.

Por Amor, lp de 1969. Gravadora Copacabana.

R$25,00

Adquira agora esse disco


Ouça as músicas do disco.

Lado A
Perdendo Te (Losing You) (Pierre Havel – Jean Ronald – Versão Nazareno de Brito)
Por Amor (Puerto Montt) (E. Franco – C. Valdez – Versão Nazareno de Brito)
Diga-me que não disse nada (Moacyr Franco)
Gosto de ser como eu sou (Mário Abanese)
Distante dos Olhos (Lontano Dagli Occhi) (S. Endrigo – Bordon – Versão Nazareno de Brito)

Lado B
Balada das Mãos (Davi Nasser – Elisabeth)
Preciso ser eu (I’ve be me) (Walter Mafes – Versão Nazareno de Brito)
Se você quiser (Expedito Taggioni)
Por em vão que for (Moacyr Franco)
Tanto mar pra que (Moacyr Franco – Nazareno de Brito)
Zingara (E. Riccard – L. Alberteli – Versão Nazareno de Brito)

Ao longo da carreira musical de Moacyr Franco, grandes sucessos ficaram eternizados como:

  • “Suave é Noite (versão de Tender is the Night);
  • “Pelé agradece”;
  • “E tu te vais”;
  • “Pedágio”;
  • “Eu nunca mais vou te esquecer”;
  • “Balada número 7” (um grande sucesso na mídia nos anos 70 que homenageia a vida do craque do futebol brasileiro Mané Garrincha);
  • “Cartas na mesa;
  • “Ainda ontem chorei de saudades”;
  • “Milagre da Flexa”;
  • “Seu amor ainda é tudo”.

Vale dizer que Moacyr Franco foi o responsável por celebrizar o primeiro sucesso do compositor argentino Astor Piazzola no Brasil, a versão chamada “Balada para um Louco.”

Uma resposta para “Moacyr Franco, mestre da música romântica

  • Jaerte Antonio Junior
    4 semanas atrás

    Moacyr Franco é um dos Maiores Artistas do Mundo,mas o Brasil é um país que Não Valoriza, os seus Autênticos Artistas.Eles são simplesmente Limados da História,eu gosto da MPB,Bossa Nova,Rock,Samba e etc…Mas ele os Agnaldos Rayol e Timóteo,e outros são tachados de Bregas,e não são Reconhecidos isso é uma Baita Sacanagem. Moacyr cantou Grandes Sucessos Internacionais,adaptados para a nossa Língua,Trabalhou com Grandes Artistas e ganhou Inúmeros Prêmios.Ele é muito mais do que o Jeca Gay da Praça é Nossa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *